segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Vermífugo para cães: Por que, Como e Quando vermifugar cachorro?

Hoje em dia há uma quantidade enorme de vermífugo para cães a venda em pet shops. Mas é muito importante que você fique atento e não saia comprando qualquer um sem consultar um médico veterinário, lembre-se que o barato pode sair caro!

Mas afinal de contas, por que devemos dar vermífugo para cães?

Tanto os cães quanto os gatos estão propensos a contrair parasitas no ambiente. Esses parasitas conhecidos popularmente como lombrigas são os vermes que acometem principalmente o sistema gastrointestinal (estômago e intestinos), mas também podem se localizar em outros órgãos importantes, como o coração.
Estes vermes podem causar diarreia com ou sem perda de sangue junto, vômitos, anemia e se nada for feito, acabam indo a óbito!
 
 

Como o cachorro contrai esses vermes?

Normalmente ele acaba ingerindo alguns ovos ou larvas que estejam no chão, simplesmente por estarem deitados na terra, por exemplo. Cachorros que têm o hábito de comerem cocô de outros animais  se contaminam diretamente pela ingestão das fezes contendo ovos ou parasitas. A remoção imediata das fezes do cachorro ajuda a limitar a contaminação do ambiente por vermes e protozoários.
Ingestão de água contaminada! Por isso é importante oferecer água limpa e de preferência clorada e filtrada, trocando-a pelo menos uma vez por dia. Lavar os bebedouros e desinfetar o ambiente com produtos a base de cloro ativo ou amônia quaternária.
Alguns parasitas são transmitidos pela picada de um determinado tipo de mosquito, que transmite a Dirofilaria immitis, conhecida com o verme do coração!
As pulgas também podem transmitir um tipo de verme, o Dipylidium caninum, por isso a importância de se combater e acabar com as pulgas. 

Como saber se o cachorro está com vermes?

 
Algumas características podem ajudar a desconfiar de que o seu cachorro esteja parasitado.
 
No caso dos filhotes, uma barriga bem redonda e endurecida, normalmente é sinal de parasitemia. Nestes casos, o filhote costuma estar bastante parasitado e muitas das vezes chega a eliminar o parasita nas fezes.
 
No cachorro adulto, diarreia em dias variados pode indicar verminose, assim como vômitos. Mas esses sintomas são muito inespecíficos!
 
Um comportamento que pode indicar a presença de vermes é o cachorro esfregar do ânus no chão. Isto indica um desconforto naquele região e pode ser por causa de vermes.
 
 
Mas para saber realmente se o animal está acometido por vermes, é necessário fazer um exame de fezes frescas. Mesmo assim, se o resultado der negativo, é importante repetir, pois nem todos os dias os ovos e/ou oocistos são eliminados nas fezes.

Como devemos dar vermífugo para cães? É necessário repetir a dose de vermífugo após um determinado período de dias ou meses?

Para dar um vermífugo para o seu cachorro, primeiro de tudo é importante que consulte o médico veterinário de sua confiança, para que ele defina qual é o melhor protocolo para o seu cachorro.
É importante saber que as larvas dos vermes migram pelo organismo do cachorro e vão acabar chegando ao intestino em tempos diferentes (isso vai depender do tipo de verme pelo qual o cachorro foi parasitado) e desta forma, ocorrerá uma nova infestação. Além disso, ainda existem as larvas e ovos que estão no ambiente contaminado, favorecendo que o animal se infecte novamente em outro momento.
Portanto, é necessário fazer a dose de reforço e manter a prevenção sempre!
Vermífugo para cães: Você sabia??? O Ancylostoma caninum (verme) adulto pode ingerir cerca de 0,1 ml de sangue por dia e infecções severas costumam ser fatais para os filhotes!

Devo vermifugar a cadela gestante?

É muito importante vermifugar a cadela antes da cobertura e também 10 dias antes dela parir, para que desta maneira ela não transmita vermes para os filhotes. !
 
Vermífugo para cães: Você sabia??? Toxocara canis um tipo de verme que consegue infectar os filhotes atravessando a barreira placentária, chegando ao leite pela glândula mamária, ou pela ingestão de ovos. Além disso, esse tipo de verme pode contaminar o ser humano, portanto, trata-se de uma zoonose!
A Larva Migrans Visceral é contraída a partir da ingestão de larvas infectantes presentes em carnes e vísceras cruas ou mal passadas, ou pela ingestão de ovos embrionados do Toxocara canis e Toxocara cati. Esses ovos são eliminados nas fezes dos cães e gatos contaminados, passam por um período de embrionamento no ambiente, e se ingeridos junto com alimentos ou água, eclodem no trato gastrintestinal humano e as larvas migram para os tecidos para provocar a doença.” Fonte: Wikipédia.org

Como fazer a vermifugação de cães filhotes?

Os filhotes podem ser tratados durante a lactação e após o desmame, com 2, 4, 8 e 12 semanas, e aos 4, 5 e 6 meses. O indicado é que a cadela também seja vermifugada ao mesmo tempo que a ninhada.

Quando vermifugar os cachorros adultos?

Existem protocolos de vermifugação diferentes, dependendo do tipo de parasita que o cachorro esteja apresentando. Mas como é melhor prevenir do que remediar, o ideal é que se mantenha uma vermifugação anual, que deve ser orientada pelo médico veterinário. Mas no mínimo, duas vezes por ano o cachorro deve ser vermifugado.
Dependendo da região que esteja esse animal, isso pode ser passado para a cada 3 meses ou mesmo mensalmente!
Por isso a importância de consultar o médico veterinário de sua confiança para que ele possa determinar qual é o protocolo indicado para o seu animal!

Qual o melhor vermífugo para cães?

Como disse no início deste artigo, existem hoje vários tipo de vermífugo para cães, mas eles não são iguais e você deve estar atento a isso!
Existem algumas bases de princípios ativos, como Praziquantel, Febantel, Pamoato de Pirantel, Milbemicina, Ivervectina…
Portanto, o melhor vermífugo para cães é aquele que consegue combater um maior número de tipos de vermes “chatos” (cestoides), redondos (nematoides) e ainda protozoários, como a Giárdia.
Volto a ressaltar a importância do Médico Veterinário na prescrição do melhor vermífugo para cães. Cada caso é um caso e cada cachorro é especial! Nunca medique seu animal sem consultar o Médico Veterinário antes!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário