quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Progênie

 Bom Dia , mais alguns conhecimentos para Você ...

 

     Quando falamos em PROGÊNIE na Cinofilia , estamos pedagogicamente nos referindo a uma família de cães .

     Imagine um determinado exemplar : sua PROGÊNIE é estabelecida a partir da análise dos seus ascendentes - pais , avós , bisávos , etc . - até seus descendentes , quanto

á capacidade de transmissão de aspecto tanto morfológicos ( forma , estrutura , fenótipo ) , quanto fisiológicos ( funções orgânicas vitais , genótipos ) .

     A ciência que estuda a capacidade de um cão transmitir para seus descendentes , com maior ou menor fidelidade , as suas características genéticas é a Zootecnia . Estudar

a PROGÊNIE de um cão que poderá contribuir de maneira significativa para manutenção e a melhoria de uma determinada raça e a tarefa de selecionar padreadores ( machos reprodutores ) e matrizes ( fêmeas reprodutoras ) , que se configurem de forma mais próxima a um determinado padrão racial recebido de seus ascendentes . 

   Existem basicamente 04 formas de cruzamentos . 

   São elas :

--- INBREEDING :  cruzamento entre parentes mais próximos . Por exemplo : pais e filhos , irmãos , meio-irmãos , etc .

--- LINE - BREEDING :  cruzamento entre cães com muitos ancestrais em comum . Por exemplo : avós com netos , tios e sobrinhos , entre primos , etc .

--- OUTCROSSING :  cruzamento entre cães que são produtos de um " LINE-BREEDING " , mas , de duas linhas de sangue diferentes , ou seja , de famílias diferentes .

--- OUTBREEDING : cruzamento entre cães sem relação de parentesco .    

    " Quando criadores fazem cruzamentos entre parentes muito próximos , acontecem um fechamento da linhagem. Por outro lado , isso é bom , pois as características desejadas serão altamente perpetuadas e o criador detém um plantel com uma linhagem específica . Porém estes cruzamentos também são perigosos , pois com certeza , anomalias genéticas são tarnsmitidas . Por isso , é muito importante que este tipo de cruzamento só seja feito por um especialista na aréa , de preferência , um médico veterinário .

    O OUTCROSSING é um tipo de cruzamento muito utilizado quando o criador procura buscar qualidades superiores em cães de outra família para agregar ao seu palntel ou , ainda , quando busca a correção de algum detalhe nos seus exemplares .

   As técnicas citadas são feitas baseadas na carga genética do animal que o criador quer fixar . Mas , existe um tipo de cruzamento que é feito de fora pra dentro , o OUTBREEDING . Aqui , é analisado o fenótipo do cão e não sua linhagem genética , ou seja , a pessoa interessada em fazer a cria se atenta apenas ás características físicas do animal com o qual irá cruzar o seu cão . É ai que mora o perigo . " Quando as pessoas decidem cruzar o seu pet com outro qualquer , analisando apenas suas características externas , elas podem estar cometendo um grande erro . Afinal , nem sempre o que parece ser é . As vezes , o que o proprietário pensa ser legítimo " dachshund " pode não ser e , de repente , a cria pode vir com defeitos genéticos e , principalmente , desvios de temperamento " .

    Por isso , é muito importante que a PROGÊNIE seja analisada antes de se fazer qualquer tipo de cruzamento . 

    Vale lembrar que , quando se fala em beleza canina , não significa que a referência seja somente á beleza estética . O principal objetivo é a beleza funcional de exemplares diante dos padrões estabelecidos para a raça , onde se analisa e avalia o cão estática e dinamicamente .

  

   OBS : Proprietários de cães , que resolvem virar criadores , devem conhecer e adquirir mais conhecimento sobre as técnicas citadas anterioremente , saber analisar um pedigree e conhecer sobre a história genética de determinada família de cães . Porém muitos cruzamentos são feitos baseados apenas em dois cães que os novos criadores acham bonitos ou , simplesmente , porque são vizinhos . Sem uma análise crítica da PROGÊNIE dos exemplares envolvidos , não há segurança do cruzamento ser bem sucedido , no que diz respeito á fidelidade ao padrão da raça .     

 

   ESPERO QUE TENHA GOSTADO E APRENDIDO UM POUQUINHO !     

 

   

sábado, 20 de junho de 2020

A Composição Genética da Raça:

FIQUEM ATENTOS! DACHSHUND

A Composição Genética da Raça:

Todas as cores estão presentes em todas as raças, porém o homem foi selecionando as raças de acordo com as suas funções e selecionaram também as cores que seriam cabíveis para cada raça.

Com isso no Dachshund fixaram-se as cores, preto (sempre com manchas tan), canela (com todas as suas tonalidades), chocolate (sempre com manchas tan), e o arlequim. Dentre estas cores que são as comuns no dachshund podemos citar a cor preta como dominante e as cores canela (ee) e chocolate (bb) como recessivas. O arlequim é uma variação de pelagem com carater dominante, porém ele está sempre acompanhado também do preto, canela ou chocolate.

Devemos frisar aqui que a pelagem arlequim tem um carater dominante portadora de uma doença letal chamada de fator merle. Esta doença se manifesta quando existe um cruzamento entre os dois cães arlequins (Mm x Mm). O arlequim sadio se manifesta em heterozigose (Mm) e por isso sempre devemos acasalar o arlequim com uma cor sólida, como o preto (mm), chocolate (mm) ou canela (mm). Se acasalado arlequim (Mm) com arlequim (Mm) poderá nascer grande parte da ninhada homozigota (MM) assim sendo todos com o fator merle podendo ser cegos, surdos, estéreos ou com alguma má formação nos órgãos.

Não costuma-se acasalar arlequins com cães da cor canela e suas variações (dourado, vermelho e creme) pois nascem filhotes com manchas menos definidas e pouco destacadas. Mas existem criadores que fazem este tipo de acasalamento pois na verdade não é proibido.

Também é bom lembrar que as cores recessivas não devem se misturar (canela e chocolate). Duas cores recessivas misturadas direta ou indiretamente podem produzir duplos recessivos (eebb). Estes tem o fenótipo canela porém eles portam olhos claros e trufa rosa ou marron. Estes cães tem predisposição a ter câncer de pele, dermatites crônicas e displasia folicular. É uma cor fora do padrão.

A displasia folicular se manifesta também em outras cores de pelagens fora do padrão e (ou) diluídas como a cor cinza ou izabela. A displasia folicular não tem cura, é uma doença de origem genética e pode ser controlada com muito tratamento e acompanhamento veterinário.

O padrão tem tudo haver com a saúde das raças, ele existe exatamente para dar um suporte ao criador, os orientando baseando-se nas características fenotípicas, e indiretamente nas genotípicas também. Se no padrão diz que não é correto isto ou aquilo procure se informar e verá que está relacionado com a função do cão ou diretamente com a saúde dos mesmos.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Cachorros refletem a personalidade de seus donos

Seu filho de quatro patas é brincalhão, nervoso, agitado ou amoroso? Isso pode estar relacionado com o seu jeito de ser, essa crença de que o cachorro tem a mesma personalidade de quem o cria tem suporte científico.

Um estudo, realizado por pesquisadores da Universidade de Viena, descobriu que os cachorros podem “herdar” algumas características de seus donos, a Jahmila por exemplo tem comportamentos parecidos aos meus e o Thomas com o do papai, se você parar para pensar poderá ver que o seu peludinho tem muitas coisas parecidas com você, isso inclui as coisas ruins também.

Pets que vivem com pessoas neuróticas, por exemplo, têm menos capacidade de lidar com o estresse, já os cachorros que são adotados por donos tranquilos tendem a ser mais relaxados e até mais amigáveis.

Mais de 130 cachorros – e seus respectivos donos – participaram de um experimento com vários testes, incluindo a medição da frequência cardíaca e a resposta que os cãozinhos têm diante de ameaças. Amostras de saliva também foram analisadas para medir o nível de cortisol – um marcador de estresse.

Os donos foram avaliados de acordo com cinco traços de personalidade:

Neuroticismo (tendências a emoções negativas, como raiva, ansiedade ou depressão)
Extroversão (grau de sociabilidade)
Abertura à novas experiências
Agradabilidade e conscienciosidade (de consciência e ética).
A personalidade dos cães foi analisada por meio de um questionário, com os dados coletados, um cruzamento de informações mostrou que, de fato, humanos e caninos interferem no humor uns dos outros, mas que a influência humana é mais marcante. “Os animais são sensíveis aos estados emocionais de seus companheiros humanos”, explicou a pesquisadora Iris Schoberl à BBC. Segundo ela, os cachorros ajustam seu comportamento em função dos sentimentos que captam de seus donos.

Com a capacidade de ler as emoções, os pets de pessoas negativas pensam que o mundo é mais perigoso e têm menos variação nos níveis de cortisol – sinal de que eles são ansiosos e não conseguem lidar com situações estressantes. Lamber os lábios do dono, bocejar ou se afastar de objetos ameaçadores são os principais sintomas.

Já os que têm donos mais calmos, apresentam maiores alterações no cortisol, são mais resilientes e conseguem se adaptar bem a diferentes situações – podem, inclusive, transmitir tranquilidade para os seus donos.

“As pessoas esquecem que os bichinhos nos observam e nos estudam para aprender a se comportar, principalmente em ambientes novos”, explicou Carolyn Menteith, especialista em comportamento de cachorros, ao Daily Mail. “Quanto mais confiança demonstramos, mais segurança passamos ao cãozinho”, pontuou.

A pesquisa foi publicada em janeiro de 2017 no jornal Plos One.

Agora você já sabe porque o seu cachorrinho tem o comportamento que tem!

Fonte: https://super.abril.com.br

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

Cuidado ao verem anúncios de Dachshunds raros, , arlequins brancos e etc...

Não existe Dachshund Branco.....
Todas as cores estão presentes em todas as raças, porém o homem foi selecionando as raças de acordo com as suas funções e selecionaram também as cores que seriam cabíveis para cada raça.
Com isso no Dachshund fixaram-se as cores, preto (sempre com manchas tan), canela (com todas as suas tonalidades), chocolate (sempre com manchas tan), e o arlequim. Dentre estas cores que são as comuns no dachshund podemos citar a cor preta como dominante e as cores canela (ee) e chocolate (bb) como recessivas. O arlequim é uma variação de pelagem com carater dominante, porém ele está sempre acompanhado também do preto, canela ou chocolate.
Devemos frisar aqui que a pelagem arlequim tem um carater dominante portadora de uma doença letal chamada de fator merle. Esta doença se manifesta quando existe um cruzamento entre os dois cães arlequins (Mm x Mm). O arlequim sadio se manifesta em heterozigose (Mm) e por isso sempre devemos acasalar o arlequim com uma cor sólida, como o preto (mm), chocolate (mm) ou canela (mm). Se acasalado arlequim (Mm) com arlequim (Mm) poderá nascer grande parte da ninhada homozigota (MM) assim sendo todos com o fator merle podendo ser cegos, surdos, estéreos ou com alguma má formação nos órgãos.
Não costuma-se acasalar arlequins com cães da cor canela e suas variações (dourado, vermelho e creme) pois nascem filhotes com manchas menos definidas e pouco destacadas. Mas existem criadores que fazem este tipo de acasalamento pois na verdade não é proibido.
Nenhuma descrição de foto disponível.
Também é bom lembrar que as cores recessivas não devem se misturar (canela e chocolate). Duas cores recessivas misturadas direta ou indiretamente podem produzir duplos recessivos (eebb). Estes tem o fenótipo canela porém eles portam olhos claros e trufa rosa ou marron. Estes cães tem predisposição a ter câncer de pele, dermatites crônicas e displasia folicular. É uma cor fora do padrão.
A displasia folicular se manifesta também em outras cores de pelagens fora do padrão e (ou) diluídas como a cor cinza ou izabela. A displasia folicular não tem cura, é uma doença de origem genética e pode ser controlada com muito tratamento e acompanhamento veterinário.

Nenhuma descrição de foto disponível.
O padrão tem tudo haver com a saúde das raças, ele existe exatamente para dar um suporte ao criador, os orientando baseando-se nas características fenotípicas, e indiretamente nas genotípicas também. Se no padrão diz que não é correto isto ou aquilo procure se informar e verá que está relacionado com a função do cão ou diretamente com a saúde dos mesmos

Padrão da raça Dachshund

História da Raça

A história do Dachshund é bastante antiga e segundo alguns historiadores, a raça surgiu há cinco mil anos, tendo sido encontrados seu nome e imagem gravados na tumba de um faraó.
O primeiro registro seguro da raça aparece em 1561, num livro de gravuras onde o Dachshund aparece de maneira inconfundível em sua estrutura física. O primeiro registro oficial foi feito na Alemanha em 1888.
O Dachshund foi desenvolvido por caçadores alemães que queriam um cão que fosse ao mesmo tempo ágil, resistente e suficientemente pequeno para que pudesse entrar nas tocas de animais como os texugos, lebres e coelhos e trazê-los para fora ao alcance da mira do caçador.
Além do corpo alongado e baixo, os caçadores precisavam de um cão com excelente olfato e muita determinação. Estava criado o Dachshund.
Através de cruzamentos seletivos, a raça foi desenvolvida em 9 variedades diferenciadas: 3 tamanhos (standard, anão e Kanichen) e 3 variedades de pelo: curto, longo e duro - ou arame (este último obtido graças à introdução de linhas de sangue de terriers). Para o acasalamento, no entanto, só são permitidos cruzamentos de cães de pelagens e tamanhos iguais.
Da Alemanha onde ganhou notoriedade pelas suas qualidades como caçador, o Dachshund foi levado para a Inglaterra no século XIX onde passou a fazer parte da corte inglesa, o que foi de grande importância para popularização da raça.
Nos EUA, a presença dos Dachshund começou com as importações de matrizes por volta de de 1879 e no Brasil chegaram junto com os colonizadores europeus e eram chamados "paqueiros" por serem exímios caçadores de pacas e sua popularidade o transformou em astro de comerciais, estrelando a campanha dos amortecedores COFAP.

Reformulação do padrão Oficial

A medição do tamanho Standard, antes feita pelo peso (de 7 a 9 kg), passou a ser pelo perímetro do tórax (acima de 35 cm), sistema que sempre foi usado para o Kaninchen (até 30 cm) e o Anão (de 30 a 35 cm). Todo criador responsável fornece pedigree, e sempre cruza somente dentro das variações!
Jamais se deve cruzar um Standart com um kanichen por exemplo, o que resultaria em um SRD sim!
Kanichen só cruza com Kanichen, Anão ou miniatura como queiram só cruza com anão. Standart só cruza com standart!

Temperamento do Dachshund

Se, no início, o Dachshund era um valente e destemido caçador, hoje deixou, em grande parte, de lado suas antigas atividades e transformou-se num animal de companhia. Em função do seu tamanho é uma excelente opção para o grande número de pessoas que mora em apartamentos especialmente porque aprende com facilidade os hábitos de higiene. Adapta-se bem a locais pequenos e não é do tipo destrutivo que rói os móveis e come as roupas. Inteligente, esperto e bastante brincalhão, o Dachshund é também um excelente cão de vigia. Sempre atento, e ao menor sinal de aproximação de estranhos ele late. É um excelente companheiro para crianças e brinca mesmo depois de velho. Convive de forma tranqüila com outros animais e com outros cães mas não foge de uma briga caso seja provocado.
Alguns criadores garantem que existem diferenças de temperamento conforme o tipo de pêlo, sendo que os de pêlos curtos seriam mais sociáveis e os pêlos duros mais agitados e até mesmo um pouco mais agressivos, mas isso não é comprovado nem mesmo consta do padrão da raça.
Outra característica importante da raça é sua independência, o que lhe valeu uma injusta fama de desobediente. Na convivência em família ele é um excelente companheiro, gosta e respeita a todos, mas requer um pouquinho de pulso firme, digamos assim. Mas em compensação é um cão que pode ficar sozinho uma parte do dia sem causar transtorno, como choros ou depressão. Caso precisem passar férias em um hotel tbm não costumam causar problemas, ficam numa boa.

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Shih tzu Mini/Micro/Imperial- Não Existe!

 Shihtzu Mini/Micro/Imperial- Não Existe!
Esse é um post esclarecedor  além do que já conhecemos sobre o padrão da raça Shihtzu, pois acredito que muitos criadores assim como nós, estão trabalhando a pureza , e a PRESERVAÇÃO  da raça , bem como a genética, enquanto  alguns "criadores" estão destruindo as caracteristicas reais do shihtzu, apenas para o comércio da raça.

Esse texto foi extraído do AMERICAN SHIHTZU CLUB e traduzido por mim.

As palavras "Imperial" e "Shihtzu Mini" são por vezes utilizados para descrever um Shih Tzu Pequeno. Devem ser considerado como o que eles realmente são .... UM MITO. Freqüentemente usado por criadores antiéticos para criar um mercado para os cães que não estejam em conformidade com o padrão da raça.
Estes cães pequenos não são o que o Shih Tzu tem sido desde que foi desenvolvido como uma raça distinta na China 's palácio imperial, nem o que que deveria ser.

Talvez você leia um anúncio no jornal local, pesquisas na internet, ou conhece alguém que adquiriu um Shih Tzu, usando as palavras "imperial" ou "mini" para descrever o quão incomum e especial (e ainda mais caro????) O seu cão pode estar. O padrão oficial da raça aprovado pelo American Kennel Club (AKC) e da American Shih Tzu Club (ASTC) apela para uma faixa de peso de 9 a 16 libras , que corresponde a  4,08 Kg e 7,25 Kg respectivamente.

O padrão da raça é uma descrição escrita do cão ideal de uma raça em particular pelo qual ele é produzido e julgados em exposições caninas. Os padrões da raça são utilizados por todas as organizações caninas. A primeira norma escrita para Shih Tzu foi a do Kennel Club de Pequim, em 1938, que afirma que o peso ideal para Shih Tzu foi de 10 a 15 libras o que corresponde a  4,53 Kg e 6,80 Kg respectivamente.

Hoje, padrões da raça Shih Tzu aprovado pelos registros de cães de raça ao redor do mundo são muito semelhantes ao Kennel Clube de Pequim 1938 standard. Eles reconhecem que uma das características marcantes do Shih Tzu é que ele não é um cão frágil. É muito sólido e robusto apesar das suas dimensões relativamente compactas.

Por que alguém iria querer afastar-se do peso preconizado no padrão da raça aprovada na AKC??  Para chamar a raça de nada? mas a AKC  reconheceu o nome? Poderia ser uma moda passageira que eles criaram a fim de obter um preço maior por um cão que não atender o padrão da raça? Estes criadores em particular, deliberadamente reduziu a raça à um  brinquedo já designadas. Ao fazer isso, eles se arriscam a saúde geral e a maravilhosa características distintivas da raça que os criadores responsáveis têm trabalhado muito e bem a preservar.

A verdade é sempre a mesma  "criadores" que, deliberadamente cruzam duas raça reconhecidas diferentes  para criar o que eles chamam de "designers dogs."

Muitos dos "criadores" de "shihitzu mini" menos respeitáveis  alegam que o seu Shih Tzu possuem o gene "imperial". Não há nenhuma prova de que tal gene existe. A redução de tamanho ocorre por meio de cruzamento do menor cão em uma menor para outro pequeno cão de outro menor, e assim por diante. Isto não só cria Shihtzu pequenos e anormais, mas também cachorros que podem ter problemas de saúde.

Isso não é indicativo de um "gene imperial", mas sim de práticas de criação pobres.

Um criador responsável não anuncia um shihtzu fora dos padrões ( pequeno demais )  como uma "imperial" ou "mini shihtzu" . Pelo contrário, ele é vendido como um animal de estimação, apenas como cão de companhia que não será utilizado para reprodução.

Responsáveis criadores se esforçam para criar cães saudáveis que estejam em conformidade com o padrão da raça. O ideal do Shih Tzu é  robusto, saudável, cão ativo com boa substância para seu tamanho. Aqueles que desejam muito um pequeno animal de estimação deve escolher uma outra raça, em vez de destruir as características que tornam o Shih Tzu como um companheiro ideal.
.

domingo, 18 de novembro de 2018

Porquê Adquirir um filhote MILK HOUSE Kennel

10 EXCELENTES MOTIVOS PARA VOCÊ ADQUIRIR UM FILHOTE DE SHIH TZU MILK HOUSE KENNEL :

10 EXCELENTES MOTIVOS PARA VOCÊ ADQUIRIR UM FILHOTE DE SHIH TZU MILK HOUSE KENNEL :

1 - Amor & Dedicação: Somos criadores por amor a raça, e optamos em trabalhar 24hs criando cães não temos funcionários o trabalho é feito em família, é uma dedicação diária, de segunda a segunda, sem feriados ou domingos, unindo nossa família em todas as tarefas, num revezamento constante;
2 - Nosso Plantel: Nosso plantel é rigorosamente selecionado, visando não somente a beleza, mas o temperamento, o porte, e a seleção de cores, enfim, estamos em constante evolução e sempre investindo no aprimoramento da raça; (Linhagem de origem Importada dos EUA/Canadá e de Grandes Campeões e Pedigree CBKC). Quanto ao seu tamanho, os nossos filhotes pesam entre uma média de 4,5 kg a 6,0 kg quando adultos, que é considerado o menor tamanho dentro do padrão da raça.
3 - Especializados na raça e por consequência também na /linhagem fígado ou chocolate: O que determina um cão da cor/linhagem fígado ou chocolate são os contornos dos olhos, a trufa, a boca, e patas na cor fígado/chocolate e o pelo em nuances do fígado ou chocolate, claro ou escuro; O alelo "B" é o responsável pela cor preta, é o dominante do par. Os genes "b" são recessivos e são eles que produzem as cores fígado, chocolate, comum no Labrador, nos Gundogs, o vermelho do Australian Shepherd, o bronze do Newfoundland e o acaju do Dogue de Bordeaux;
4 - Cuidados com nossos Filhotes: O Shih Tzu é uma raça com crescimento tardio, isso significa que, em nosso Canil, os filhotes ficam com a mãe até 55 dias e só então são desmamados, sendo que aos 35 começamos com o trabalho de adaptação a ração, passando pela papinha, depois pela ração amolecida, para só então chegar na ração sólida, Super Premium; Por isso não entregamos antes de 60 dias de vida; Todos os nossos filhotes têm acompanhamento de nosso veterinário desde o nascimento até a entrega atestando perfeita saúde;
5 - Vermifugação: Nosso trabalho começa antes mesmo do filhote ser gerado, a mãe e o pai já passam por um tratamento de vermifugação antes de acasalar, após o nascimento, já com 21 dias, os filhotes e a mãe tomam a 1ª dose de vermífugo, com 36 dias a 2ª dose (preventivo de giárdia), 51 dias a 3ª dose, e se ainda estiverem conosco com 60 dias a 4ª dose (preventivo de giárdia);
6 - Vacinação: Novamente nosso trabalho começa antes mesmo do filhote ser gerado, a mãe e o pai já tomam uma dose da vacina V10 (Importada) para acasalar, os filhotes com 45 dias, tomam 1ª dose da vacina V10 (Importada), e se tiverem ainda conosco, com 66 dias tomam a 2ª dose da vacina V10, com 87 dias tomam a 3ª dose da V10 e com 120 dias 1ª dose de raiva;
7 - Filhotes Microchipados: Mais uma inovação MILK HOUSE Kennel isso significa mais proteção para seu cão. É um micro-circuito eletrônico, do tamanho de um grão de arroz, usado no mundo inteiro, e no Brasil; Está totalmente dentro das normas ISO, CE, NBR; É um método de identificação individual, permanente e inviolável; O microchip é opcional, consulte valor;
8 - Contrato de Compra & Venda: Trabalhamos com tudo documentado e assinado, onde tanto o comprador (você), quanto o vendedor (Canil), tem suas obrigações e deveres, passando a maior transparência possível e garantias de que você está adquirindo um filhote MILK HOUSE Kennel
9 - Facilidade no Pagamento: Trabalhamos com parcelamento no cartão; Tendo o melhor custo x benefício; Pois unimos qualidade e preço justo; Somos criadores mais com a emoção do que com a razão, por isso, antes de realizar uma venda, levamos em consideração também seu amor a raça, com total abertura para negociações e propostas, lhe dando muita flexibilidade na compra;
10 - Temperamento: Entre os cães de companhia é o que mais gosta de colo e crianças, são extremamente dóceis e gostam também da sua independência e de seus horários de descanso, mas estão sempre interagindo com toda a família e não são hiperativos igual ao York e Maltês e não são estressados igual ao Lhasa;

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

A importância da banana para a alimentação do SHIH TZU


A importância da banana para a alimentação do SHIH TZU


Shih tzu pode comer banana? É normal que de vez em quando nós, proprietários que amamos nosso shih tzu, tenhamos a ideia de dar uma coisa gostosa para nosso shih tzu, certo?

Ainda mais quando pensamos em oferecer alguma coisa considerada saudável, como por exemplo uma fruta. Mas será que qualquer fruta pode ser oferecida para os shih tzu ? E no caso da banana?


O shih tzu pode comer banana?


Podemos responder essa pergunta de maneira direita. Sim, shih tzu pode comer banana. Na verdade a banana é muito benéfica para os shih tzu, tanto quanto é para nós. No entanto, é preciso entender que, assim como outras frutas que são permitidas para os shih tzu, o consumo deve ser comedido.

A ingestão de frutas em excesso, incluindo as bananas, pode acabar sendo prejudicial para o seu shih tzu.


Como servir a banana para o shih tzu


Um cuidado importante é descascar a banana antes de oferecê-la ao seu shih tzu. Apesar de ser possível oferecê-la sem cortar, os pedaços menores são perfeitos para serem oferecidos como guloseimas, especialmente para os cães de menor porte.

Considerando que o consumo de frutas em excesso não é indicado para os cães, podemos dizer que oferecer banana ao seu cão uma ou duas vezes por semana é o suficiente, e perfeitamente seguro.


Quantas bananas um shih tzu pode comer?


Se você está se perguntando qual é a porção ideal de banana para oferecer para o seu shih tzu a porção ideal para um cão de porte pequeno não vai ser a mesma em relação a um cão grande, portanto utilize de bom senso na hora de oferecer qualquer porção de frutas ao seu shih tzu.

Lembre-se que o excesso de bananas pode fazer mal para qualquer cachorro, mesmo que ele esteja acostumado com o consumo de frutas, portanto nunca ofereça uma porção grande de uma só vez, especialmente para cães menores. E, é claro, nunca substitua a refeição regular do seu cão por frutas, afinal qualquer fruta permitida ao consumo canino deve representar uma pequena parte da alimentação, como um petisco ou um pequeno lanche entre as refeições.

Dica: uma boa opção para oferecer ao seu shih tzu é a banana prata, ou mesmo a banana maçã. Apesar de que outros tipos de bananas também podem ser consumidos pelos shih tzu, como por exemplo a banana nanica e a banana ouro, a banana prata é uma fruta menos doce, menos calórica e menos ácida, portanto mais indicada para os cães. No entanto, certifique-se de oferecer a banana bem madura. A banana ainda verde por fazer mal ao seu shih tzu.

Importante: O conteúdo desse blog tem caráter meramente informativo, e em nenhuma circunstância, substitui a orientação de um veterinário, especialmente no caso de distúrbios de fundo alimentar, intoxicação, ou qualquer outra patologia relacionada à ingestão de alimentos ou outros produtos.

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Seu shih tzu está com Coceira mas sem Pulgas - CUIDADO!


Seu shih tzu está com Coceira mas sem Pulgas - CUIDADO!






Sem pulgas, mas com muita coceira - Meu shih tzu não têm pulgas, então porque coça? Você já trocou diversas vezes de xampu, mas seu shih tzu continua se coçando muito. Ai você se pergunta “Isso pode ser alergia a xampus ou a picadas de insetos, como mosquitos e formigas?”




Segundo o professor de dermatologia veterinária da Pontifícia Uni­­­versidade Católica do Paraná (PUC-PR) e coordenador da Uni­da­de Hos­pi­­talar de Animais de Companhia da instituição, a alergia é a principal causa de coceiras nos shih tzu.




Isso acontece porque a pele dos shih tzu é mais pobre em gordura, o que faz com que existam uma quantidade maior de espaços vazios entre as células, expondo mais os nervos.



Porque meu shih tzu coça sem ter pulgas e nem carrapatos








A coceira dos shih tzu pode ser fruto de vários fatores, mas, a alergia tem explicação genética: o shih tzu já nasce com predisposição a desenvolver hipersensibilidade, que pode ser a alimentos, saliva de artrópodes (pulga e carrapato), fungos e bactérias.




Mas a alergia também pode ser resultante de uma dermatite de contato irritante: o shih tzu é sensível a substâncias como xampus, perfumes, talcos e até a produtos de limpeza utilizados para higienizar o chão de casa. “Qualquer coisa pode causar alergia no shih tzu. É necessário que o médico veterinário examine, para constatar qual substância está irritando a pele do seu shih tzu”.



Como descobrir o que provoca alergia no meu shih tzu








Para descobrir o que provoca alergias no shih tzu, é necessário um teste parecido ao realizado com humanos. “O médico veterinário colhe o sangue do shih tzu e o distribui em vários tubos de ensaio. Cada um deles contém uma substância diferente a qual o shih tzu é exposto cotidianamente.




Se a substância do tubo se conectar ao anticorpo imunoglobulina IgE (presente no sangue), significa que ele é alérgico àquela substância”.




Mas, antes de testar qualquer produto para o tratamento da coceira no seu shih tzu, é necessário levar o shih tzu ao médico.



Como evitar a coceira do shih tzu








Para evitar a coceira causada pela diminuição de gordura na pele, chamada de prurido asteatósico, Marconi Rodrigues de Farias recomenda que os banhos sejam dados uma vez a cada 10 ou 15 dias, com produtos mais neutros e água morna.




Perfumes e talcos devem ser evitados, assim como o uso do secador muito quente.

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Pedigree falsificado ou esquentado ?

Os Cães tem pedigree ?


Pedigree, bem assunto meio complicado neste últimos anos explico porque.
Bem como tudo no nosso Brasil o famoso jeitinho brasileiro existe pra se falsificar tudo, vou mais a fundo.
E Explico aqui inúmeros fatores que nos fizeram desistir deles.

Aqui explico 3 simples maneiras de se falsificar um pedigree comumente feitos pelos canis e pessoas desonestas.

1.Como não poderia ser diferente assim como não deixaram de copiar nota de  r$100,00  placa de carro, cartão de credito,nãoo deixaram de fazer o mesmo com o pedigree. Pois maquina a laser hologramas selos e etc estão ao alcanço de todos com a internet.

2.O famoso esquentar pedigree.Bem nem todos sabem mais para se obter um pedigree, seus cães devem ter um registro para que você possa pedir o pedigree dos filhotes.Bem digamos que sua cachorrinha teve 5 filhotes bem logo vc devera registra 5 pedigree,bem o que os espertinhos fazem e simplesmente comprar cachorros tb da mesma raça na internet colocar junto a seus filhotes e tb pegar pedigree para eles.(Estes são os famosos anuncio de ¨(Compro sua ninhada pago avista retiro no local¨ Ou seja você leva gato por lebre).

3.E comum  você ver vários anúncios filhotes com ou sem pedigree bem este e o golpe mais fácil pois novamente os espertalhões que sua cadela teve 5 filhotes  pede o pedigree e vende o cachorrinho sem pedigree, (Famosos Anúncios pedigree Opcional), compra um outro cachorrinho da mesma raça e vende a outro com aquele pedigree.

A Realidade  e que e muito difícil de se saber exatamente se um pedigree e verdadeiro ou falso ou melhor de saber se realmente aquele pedigree pertence aquele determinado cachorro pois mesmo um canil registrado pode esquentar pedigree sem nenhum problema. E o pedigree será verdadeiro só não pertencendo a quem deveria.

Bem os céticos diriam

Mais no certificado constam toda linhagem de sangue de meu animal! Sim e verdade la diz quem foi o pai mãe avo e etc.
Bem não consta registro de DNA provando que ele e quem ele diz ser,Logo para vc ter certeza se realmente e, vc teria que fazer o DNA de seu cãozinho e dos suposto parentesco.Bem isto te traria 4 novos problemas,


1.O custo de cada exame  e de aproximadamente r$500,00 reais  por cão, na maioria dos casos este valores serão maiores do que o próprio valor  que vc pagou pelo seu melhor amigo.pois no mínimo teria que fazer 3 exames Mãe, Pai e Filhote r$1.500


2. O segundo e que ate todo este processo caso vc siga a diante e se concretize vc já pegou enorme amor pelo cão que vc adquiriu e não ira devolve-lo.

3.Na maioria dos casos o papel do pedigree tem um ônus a mais no valor do filhote de r$100 reais por um papel em que 99,9% das vezes fica jogado dentro da gaveta por toda a vida do cão.

4.O fato do cão ter pedigree não significa que ele seja bom simplesmente que tem registro pode ser ele um cão agressivo ,pode ter deficiência genética, o que ocorre e que muitas pessoas associam pedigree a qualidade o que realmente não e verdade.Uma comparação simples e a Realeza Britânica são nobres dizem que tem sangue azul e nem todos são pessoas boas, dóceis ou amáveis,mais mesmo assim são pessoas com títulos de nobreza.

Além  de tudo o descrito aqui existe os critérios  de que em muitas raças os PEDIGREE estão MATANDO os cachorros mais este assunto não vou entrar em detalhes pois teria que escrever muito, a melhor forma de conferir isto e assitir a um documentário feito pela BBC de LONDRES uma das emissoras mais RESPEITADA NO MUNDO e um documentário assutador pois tem espécies que estão definhando seja atraves de sua falta de respiração como os Pugs ou porque o celebro estão crescendo mais que o crânio e os cães estão com a cabeça explodindo literalmente com e o caso dos Cavalier .
Se tiver alguma dúvida sobre seu aumigão , sugiro que faça o exame de DNA